[Sem Spoilers] Crouching Tiger, Hidden Dragon: Sword of Destiny

Nada melhor do que poder assistir novamente um clássico do cinema chinês! Rever uma história tão cativante e cheia de sentimentos e com personagens tão bem embasados, é uma experiencia absurda. Sem contar a ver toda a profundidade que o jovem Jean não pode captar nas vezes que ele assistiu esse filme.

Ver como um filme colocou o cinema de uma pátria nos olhos do grande público e ver tudo o que serviu de inspiração para filmes como “O Clã das Adagas Voadoras”, “Herói” e outros. Mas infelizmente, esse tipo de experiencia também pode servir para te mostrar o quanto a continuação de um filme tão legal, pode ser tão diferente do seu predecessor.

crouching-tiger-hidden-dragon-sword-of-destiny-poster-netflix.jpg

A Netflix, paga nóis, entrou em uma fase de reviver obras do passado, só semana passada estreou “Fuller House”, continuação de “Full House” ou se você prefere “Três é Demais”, e junto com ele estreou “Crouching Tiger, Hidden Dragon Sword of Destiny”, continuação de “O Tigre e o Dragão”.

Assim que pudemos, a Aninha e eu, corremos para fazer uma pequena maratona com os dois filmes, ainda mais que ela nunca tinha visto o primeiro. Mesmo com o ritmo lento dos filmes mais “antigos”, as coreografias de luta de uma linguagem ainda em desenvolvimento,  um diretor que não estava acostumado com este tipo de linguagem, um orçamento baixíssimo, o filme se mantém sólido, belíssimo e com um roteiro que dá inveja em muitos filmes e livros por aí. Ver uma história sendo contada de tantos pontos de vista diferentes e que no final consegue em um filme amarrar todas as pontas soltas é algo lindo.

E de repente aparece uma continuação, pausa dramática. O roteiro tenta explorar a mitologia deixados pelo seu predecessor, felizmente este filme deixa intacto grande parte do que foi estabelecido, mas em compensação destrói completamente o clima que o primeiro conseguiu construir. Senti muita falta das longas e belas tomadas as quais a série foi fundamentada, deixando o filme vazio e de certa forma feio. Acho que o alto do ritmo do filme fez muito mal ao resultado, quem diria que algum dia eu estaria dizendo que um filme de artes marciais deveria ter um ritmo de cortes de cenas mais lentas!

O roteiro é bem qualquer coisa e não consegue se manter, os personagens são rasos, não tem uma motivação convincente, os problemas que são apresentados são bem fracos e não me convenceram de sua urgência. A aparição dos novo personagens é bem caída e não há motivo algum para que eles cooperem, algumas lutas acontecem pelo simples fato de “precisar de mais cenas de luta ao longo do filme”. E se você curte os filmes que eu citei lá em cima, minha dica é que fique longe deste filme, a decepção pode ser invitável.

Sobre a direção de arte, uma coisa que eu quero ressaltar é a escolha das roupas das personagens, são roupas simples e ao mesmo tempo deslumbrantes, detalhes de corte e cores são utilizados com maestria, porém todo o resto para mim foi indispensável!

Por fim, se você tem acessa à Netflix e não tem mais nada para assistir, assista esse filme, caso contrário vá ver o filme original ou Mad Men!

Anúncios

Um comentário sobre “[Sem Spoilers] Crouching Tiger, Hidden Dragon: Sword of Destiny

  1. Pingback: Procurando Dory – Sem Spoilers | Abraço Radioativo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s