Game Radioativo: Fallout 4

Agora teremos textos semanais de joguinhos!!!!! Seja bem vindo a sessão “Games Radioativos”.

Há alguns anos atrás o meu grupo de amigos resolveu começar a jogar um tal de Fallout 3, como o bom amigo que sou eu resolvi tentar também começar a jogar esse joguinho batuta. Mal sabia eu que naquele mesmo instante eu iria adentrar no mundo de um dos jogos que eu mais jogaria durante a minha longínqua vida de 24 anos.O mundo de Fallout é uma distopia onde a humanidade pós Guerra Fria desenvolveu motores de fusão atômica, o que foi um salto inacreditável na tecnologia mundial, dessa forma foi criado uma espécie de futuro vintage. E assim o EUA embarcou de cabeça no sonho americano, mordomos robôs foram criados, todos tinham os seus carros atômicos e por aí vai. Mas como tudo que é bom dura pouco, em 2077 uma guerra nuclear aconteceu e simplesmente dizimou todo o Estados Unidos, transformando a terra do tio Sam na terra de Wasteland.

78926_2_1

Em todos os jogos da série você começa com o com o seu personagem morando trancado em um “vault”, um abrigo anti-nuclear subterrâneo, e geralmente alguma coisa acontece de errado e você tem que sair e explorar o mundo exterior. Agora que todo mundo sabe o básico sobre o background da série, acho que está na hora de começar a falar do Fallout 4.

Anunciado em 2015 ligo de cara esse jogo já chegou causando grande hype na comunidade gamer. Uma das coisas que mais chama atenção em um grande lançamento de jogo, principalmente nesta época de troca de geração, são os gráficos do jogo e neste caso não foi diferente. Muita gente reclamou e ainda reclama dos gráficos de “CairFora 4”, já que ele é esteticamente muito parecido com o seu antecessor, o que muita gente encarou como fraqueza eu encarei como um dos pontos fortes do jogo. Achei excelente o pessoal da Bethesda ter mantido a estética que se tornou tão icônica na série. Acho que a semelhança estilística com o jogo de 2009 é tão grande que fica difícil para diferenciar os dois jogos quando o julgamento se baseia apenas na lembrança de como o Fallout 3 era, mas basta dar uma procurada em vídeos dos dois jogos e compara-los que logo s nota a diferença absurda entre os dois.

Algumas melhorias foram adicionadas, principalmente depois do que a equipe aprendeu tanto em Fallout 3, quanto em Skyrim. Uma das melhorias que eu mais gostei foi o fato do V.A.T.S., mecânica que pára o combate em tempo real e permite que o jogador escolha os alvos e onde irá acerta-los levando em consideração a chance de acerto de cada parte do corpo individualmente, não parar mais o tempo, agora o tempo passa bem devagar. Essa pequena mudança exige que o tempo de resposta do jogador seja mais rápido, o que aumenta em muito a dinâmica de combate sem perder a essência da jogabilidade.

Foto-1.jpg

Outra coisa que foi implementada foi o sistema de gerenciamento de comunidade, um modo em que o jogador pode montar sua própria comunidade. Basicamente foi adicionado um sistema de criação de itens, simplesmente um modo incrível de aproveitar toda a sucata que você coleta ao longo do jogo. Junto com o sistema de craft de itens foi adicionado uma mecânica de microgerenciamento, onde você tem que cuidar da produção de energia, de comida, de água potável, manter um número suficiente de camas e manter a segurança daquela comunidade. Algo beeeem parecido com o que foi introduzido no jogo mobile Fallout Shelter.

12779231_10153934695967673_8016349889515688430_o

Baixe Fallout Shelter, disponível para iOS e Android! O jogo é bom, pode acreditar!

Ainda estou no início do jogo, mas já me deparei com algumas das incontáveis missões secundárias que são tão comuns nos jogos de mundo aberto da Bethesda. Muita gente reclama da quantidade abusiva de missões ao longo do jogo, para mim é impossível terminar uma missão sem pegar pelo menos mais duas, mas na minha opinião é exatamente ai que o jogo brilha! É incrível estar indo para uma antiga base militar que está infestada de Ghouls e no meio do caminho virar para a esquerda e dar de cara com uma galeria de lojas que teria sua inauguração alguns meses depois da  data queda das bombas, então só sobraram algumas estruturas em pé e os robôs que cuidavam das lojas e da segurança, sendo que esses robôs mantém o local como se nada tivesse acontecido.

Sei que o jogo não é perfeito, sei também que a versão dos consoles de nova geração está com muita queda de taxa de frame, sei que os personagens parecem robôs quando estão falando e também sei que existem vários bugs. Maaaaaaas a diversão e a imersão que eu tenho toda vez que eu abro o jogo são tão grandes que simplesmente eu relevo esses todos esses problemas facilmente.

Então fica aí a minha dica de jogo, Fallout 4! Jogão, amorzão, sucessão, diversão, só amor!

De bônus vou deixar um vídeo do pessoal da própria Bethesda, produtora do game, jogando Fallout 4!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s