Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos

O que acontece quando resolvem fazer um filme sobre uma séries de jogos que tem mais de 20 anos e que ainda é uma das séries mais jogadas? O resultado não podia ser outro se não uma enxurrada de opiniões controversas!

11707962_513987548766875_7608262803343338531_o

Só para esclarecer, o primeiro jogo de Warcraft foi lançado em 1994 como um jogo de estratégia em tempo real, logo depois o jogo ganhou mais dois títulos. A essa altura do campeonato já era uma série gigantesca de jogos, mas em 2004 a empresa resolve pegar todo esse mundo criado e lançar um RPG Online que abrigaria milhões de pessoas que jogariam simultaneamente cada um construindo a sua própria história e laços com aquele universo. E esse jogo é um dos jogos online mais jogados do mundo até hoje. Hoje a série conta com vários livros, histórias em quadrinhos e mangás que ajudam a expandir ainda mais o que se passa neste reino.

Toda essa apresentação foi para dar uma pequena ideia do que a série Warcraft é para os fãs e o que ter uma adaptação cinematográfica desta história que a mais de 20 anos vem crescendo e se aprofundando significa para cada pessoa envolvida na produção desta obra.

Eu estava bem curioso para o filme, mas minha expectativa estava relativamente baixa, não tinha gostado muito do que tinha visto nos trailers e principalmente estava sentindo falta do, tão amado pelos fãs, estilo caricato dos jogos de Warcraft. E para a minha surpresa eu gostei para caramba do filme!

A parte artística do filme está incrível, as paisagens são lindas e muitíssimo fiéis aos jogos, os fãs facilmente reconhecerão cada localidade, principalmente Ventobravo, cada lojinha está em seu devido lugar. Acreditem eu já “andei” dias por aquelas ruas enquanto estava perdido. Imagino que o fato de World of Warcraft, o RPG online da serie, ter os mapas de cada cidade muito bem construídos e funcionais, já que essas mesmas cidades devem abrigar milhares de jogadores todos os dias, ajudou bastante na hora de montar a adaptação cinematográfica.

warcraft-movie-poster-medivh-ben-foster

Outra coisa que ganhou a minha atenção foi que, ao contrário do que eu vi nos trailers, o longa metragem se utiliza muito bem do estilo caricato clássico dos games. Os humanos são bem caracterizados, mas o brilho do filme está nas outras raças, os elfos, os anões e, é claro, nos orcs. Na verdade, é com os orcs que o filme brilha! MELHORES ORCS DA HISTÓRIA!Não tenho que reclamar, as proporções corpóreas, o peso, o CGI, os adereços de batalha, tudo neles estava simplesmente estonteante!

Vale mencionar também que as cenas de batalhas são inacreditáveis! A sensação de peso que cada golpe de martelo dos orcs é impressionante. A direção de batalha também não deixou a desejar, até mesmo as montarias lutam neste filme.

O roteiro constrói muito bem cada personagem principal, mostra claramente as fraquezas e pontos mais valorosos de cada um. Por conta do tamanho do filme, creio que foi optado que não fosse mostrado a história de origem de cada um, no lugar disso os passados foram construídos através de comentários e conversas entre cada personagem. A briga entre os orcs e os humanos é muito bem mostrada, deixando bem claro a motivação de cada raça.

O único ponto que eu acho negativo é a quantidade gigantesca de personagens e as suas tramas pessoais, é tanta coisa acontecendo entre essas duas raças que quem não conhece nada da história dos jogos pode se perder um pouco, mas nada que uma segunda visita ao cinema não resolva isto.

Bom, essas foram as minhas impressões sobre “Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos”, nos diga aqui nos comentários o que você achou. Até mais e FOR THE ALLIANCE!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s