Spore – Game Radioativo

Conheci o jogo Spore há alguns anos em uma conversa com o Jean. Achei muito interessante e acabei comprando em uma promoção em que o jogo saiu por menos de R$7,oo, mas joguei muito pouco na época. Outro dia estávamos vendo videos no YouTube e encontramos um gameplay de Spore no canal Coisa de Nerd, bastou alguns minutos vendo e eu já quis voltar a jogar.

Daniel Pereira

Em Spore você pode controlar a evolução uma espécie desde a sua fase celular, passando pelas fases criatura, tribal, civilização e chegando na fase espacial. Atualmente ainda estou na fase criatura, quase chegando na fase tribal ,mas achei que já valia a pena indicar para vocês.

Quando você começa o jogo na fase celular você vê um vídeo mostrando um meteoro caindo em um planeta e uma célula saindo de dentro de um dos pedaços do meteoro em busca de sobrevivência. Essa célula é a que você passa a controlar e evoluir.

A fase celular é bem divertida em que você pode escolher ser herbívoro ou carnívoro e vai se alimentando para crescer e evoluir. Eu prefiro ser carnívoro em que o jogo é parecido com Agar.io e você vai se alimentando dos seres menores e vai crescendo. Você vai evoluindo a partir de fragmentos de meteoritos que encontra na água, ou matando células mais complexas que você. A medida que vai fazendo as coisas vai recebendo pontos de DNA e vai usando eles para “comprar” as evoluções e colocar na sua célula.

Quando já evoluiu bastante você  adquiri pernas e passa viver em terra firme com um grupo de sua mesma espécie, essa é a fase de criatura. Você vai se relacionando de forma amigável ou predatória com grupos de outras especies e é assim que vai adquirindo pontos de DNA, adquirindo aliados ou extinguindo espécies. Durante essa fase você vai adquirindo novas evoluções a partir da interação com os outros grupos e através de ossadas que encontra pelo planeta. Quando se acasala tem a opção de usar seus pontos de DNA e o criador de criaturas para mudar a sua espécie.

spore

Fases Celular e Criatura

O tempo todo o jogo parte da ideia da evolução não só fisicamente das criaturas, mas da evolução mental. Na fase celular você começa a desenvolver inteligência e vai adquirindo mais a cada fase. Assim a espécie começa a aprender a usar ferramentas e socializar com outras espécies. Pelo gameplay pude ver que aprendem a construir moradias e veículos e depois até naves espaciais e o jogo se torna mais diplomático.

Tenho gostado muito de Spore e das possibilidades que ele te dá para construir uma nova espécie e ele considera tudo durante a evolução na hora de fazer a árvore evolutiva da espécie. A árvore evolutiva é bem completa e contém todas as informações sobre o que a espécie já passou, quando conheceu cada evolução e até mesmo as tendencias da espécie em cada época (ex: carnívoro, onívoro ou herbívoro e amigável, adaptável ou agressivo), tudo baseado no seu jogo.

Para finalizar vou falar de algo que gosto muito nesse jogo que é a quantidade enorme de possibilidades que você pode ter ao criar uma espécie. O criador de criaturas do Spore é muito legal e te da muitas possibilidades não só de estrutura corporal, como também de cor e textura. Eu simplesmente AMO jogos que te deixam personalizar as coisas. Ainda não tive a oportunidade de criar estruturas e veículos no Spore, mas já vi criações incríveis pesquisando na internet. Para terem uma ideia vou colocar alguns vídeos de um canal criando espécies no Spore.

 

 

Vale a pena jogar Spore, para ter um gostinho do jogo tem uma versão de graça do criador de criaturas do Spore disponível para download no site oficial do jogo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s