The Get Down

Semana passada eu e a Aninha terminamos de assistir The Get Down, a nova série da Netflix, e que coisa mais bonita de se ver!!!

p12806561_b_v8_ab

Roteiro

A série se passa na década de 70 no Bronx, bairro periférico de Nova Iorque comumente conhecido por abrigar latinos e negros, e durante a série você acompanha o que acontece com um grupo de adolecentes e negros que estão se descobrindo como pessoas e artisticamente.

2

O roteiro cria suas próprias e mitos para contar a história, esse é um recurso que é utilizado muito bem durante toda a série e acaba gerando um paralelo muito bacana entre a narrativa realista e a narrativa fantásticca. Um bom exemplo disso é o personagem Shaolin Fantastic, uma lenda entre os pixadores, super talentoso, com seus saltos incríveis tem acesso aos lugares mais impossíveis, ninguém nunca viu a cara dele e ele sempre tem um tênis Puma vermelho impecavelmente limpo. Olha que ideia sensacional para descrever um personagem, com essas características você já consegue notar que em um bairro onde as pessoas não tem dinheiro, esse cara é uma lenda entre os jovens.

the-get-down_6470kyb

A narrativa também usa destes pontos fantásticos para dar mais ênfase ao que está acontecendo e às performances dos personagens. Durante a série o personagem mais focado é o Ezekiel (Justice Smith), um garoto meio latino meio negro, que é um gênio com as palavras, a série mostra a vida acadêmica dele, os  amores, como ele e os amigos ajudaram a cunhar o RAP e como ele aprende o como os magnatas são as pessoas que acabam com a vida dos seus vizinhos.

Visual

Durante todo o tempo a série mantém uma estética granulada e pouco saturada, uma forma de dar um ar mais vintage, isso harmoniza muito com todo o figurino e ambientação. Principalmente que no início de cada episódio há uma espécie de prólogo cantado pelo Ezekiel mais velho e junto com o RAP são mostradas várias cenas gravadas na época, os anos 70, junto com cenas atuais, é quase impossível distinguir qual cena é atual e qual cena é realmente antiga.

getdown_1

As escolhas de cor e luz são ótimas, as cenas em geral são muito bonitas e bem dirigidas, nesse aspecto eu não tenho do que reclamar, inclusive vale ressaltar que a temporada termina com uma das cenas mais bonitas que eu já, espetacular uso de cor, luz, figurino e música!

A minha única ressalva é que algumas cenas me incomodou muito a inserção digital do fundo, tirando isso nada mais me incomodou.

Conclusão

Se você gosta de RAP, grafite, séries bem escritas, música e histórias de superação, essa série é um prato cheio para você. Eu adorei e já estou esperando ansiosamente a próxima temporada!

A trilha sonora é incrível! Clássicos da época e muitos scratch pelos DJs! Desculpe eu não ter mais competência para falar da parte de som de forma à altura da trilha sonora usada na série!

Um beijo de césio no seu coraçãozinho e tchau!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s